Menu

Estádio do Rio Ave Futebol Clube
Rua Dom Sancho I
4480-876 Vila do Conde

Telefone Geral
252 640 590

Rio Ave Store Estádio
Morada:
Rua D.Sancho I – Estádio do Rio Ave Futebol Clube
Horário:
9h30 às 12h30 e das 15h às 19h (terça feira a sexta feira)
10h à 13h e das 15h às 18h30 (sábado)

E-mail:
[email protected]

Assembleia Geral: Orçamento aprovado por unanimidade

Os sócios do Rio Ave FC reuniram esta manhã, 22, em Assembleia Geral para discutir e votar o Plano de Atividades e Orçamento Base Zero do Rio Ave FC , que aprovaram por unanimidade.

Além disso, a Direção do Clube entendeu dar conehcimento aos associados do Plano de Atividades e Orçamento Base Zero do Rio Ave Futebol Clube – Futebol, SDUQ, sendo chamados pelo Presidente da Assembleia Geral, Mário de Almeida a manifestar a sua expressão de voto, para que a sua posição, enquanto representante dos sócios na Assembleia Geral do Rio Ave Futebol SDUQ, seja sustentada.

Após a protocolar leitura e aprovação, por unanimidade da Ata da Assembleia Geral de 24 de Novembro, o Presidente do Rio Ave FC, António Silva Campos, fez a apresentação do Plano de Atividades, do Clube e da SDUQ. Os principais destaques foram para a sustentabilidade financeira, alicerçada numa gestão rigorosa. No entanto, António Silva Campos usou o mote de que “O Sonho Comanda a Vida”, e afirmou, que mesmo dentro desse panorama, o Clube terá de se superar e reinventar, para aproveitar os sucessos da época passada, lembrando uma frase dita, cada vez com mais orguho: “Eu sou Rio Ave”.

O Presidente do Clube passou então a elencar os objetivos para os vários departamentos do Clube. No Futebol Profissional, a meta está colocada na vitória na Supertaça Cândido de Oliveira, no acesso à Fase de Grupos da Liga Europa e numa classificação entre os 8 primeiros lugares da tabela. No Futebol de Formação a aposta passa pela manutenção das equipas nos campeonatos nacionais e pelo reforço das infra-estruturas. O Departamento de Futsal será alvo de uma reestruturação, que passará por uma equipa jovem, ambiciosa, capaz de lutar pela manutenção no principal escalão da modalidade.

Fora do campo, o Clube irá criar um Departamento de Comunicação, Marketing e Publicidade de raiz, além de uma reestruturação profunda no site. Em cima da mesa está ainda a criação de uma loja on-line, com possibilidade de compra de bilhetes e pagamento de quotas. O Estádio terá especial atenção esta época, a presença na UEFA exige uma intervenção em larga escala. O relvado, as zonas destinadas à Comunicação Social, as áreas de trabalho e de público estão a ser alvo de  uma requalificação. O Presidente, António Silva Campos, lembrou ainda a Sede Social, cujo início dos trabalhos atrasou devido às exigências da presença europeia, mas deixou o desejo de arrancar os trabalhos no decorrer da época.

O Presidente não terminou sem deixar um agradecimento à Direção do Rio Ave FC, aos Sócios e ao Presidente da Assembleia Geral.

A apresentação dos orçamentos, feita pela Diretora Financeira, Alexandrina Cruz, trouxe a notícia de que se prevê, mais uma vez, um saldo positivo. O orçamento do Rio Ave FC será de 450 mil euros, onde o encontro de receitas e gastos se calcula em 0. Enquanto o Rio Ave Futebol SDUQ terá um orçamento de 3.779.317,17€, com um saldo positivo de 22.182,83€ após o cruzamento entre receitas e gastos.

A Assembleia Geral caminhava para o fim, sem antes, haver espaço para se debaterem outros assuntos. Nas suas intervenções os sócios focaram vários aspectos, destacando-se a questão da redução do subsidío atribuído pela Câmara Municipal de Vila do Conde, cifrado em 90 mil euros, o que representa uma diminuição na ordem dos 50€ face ao anterior. Os associados manifestaram o seu desacordo com esta decisão, apelando à reputação e visibilidade que o Rio Ave imprime ao nome do Concelho.