Sub-23: Uma vitória há muito merecida

Os Sub-23 receberam o Ac. Viseu durante a tarde desta terça-feira.

Ainda antes do primeiro minuto, Lomboto sofreu uma falta para grande penalidade, cobrada por Diogo Ribeiro, mas o guardião da equipa visitante impediu o festejo rioavista.

Ainda com muito jogo pela frente, a equipa vilacondense uniu-se em torno de uma ambição comum e, com seriedade e competência, inaugurou o marcador – aos 18′, Ruca finalizou de cabeça um canto batido por Diogo Ribeiro.

Embalados por lufada de energia e positividade, o grupo orientado por Pedro Cunha, foi produzindo várias jogadas de perigo que obrigaram Sampaio a manter-se alerta.

Aos 26′, Fodélcio assistiu para Tomás, que não desperdiçou e aumentou a vantagem verde e branca.

Na segunda metade da partida, o Rio Ave FC entrou forte, com Fábio, inclusivamente, a conseguir marcar aos 48′, mas foi assinalado fora-de-jogo.

Com o decorrer da partida, o Ac. Viseu começou a mostrar-se mais e tentar responder. Aos 57′, um remate do adversário assustou, mas acabou por bater na barra. Pouco depois, nova insistência, mas Lucas Flores agarrou a bola. Aos 80′, a equipa visitante conseguiu mesmo concretizar e reduziu para 2-1. Inspirada pelo golo, a formação de Viseu deu que fazer ao Rio Ave FC, que não se deixou intimidar e continuou focado em manter a vantagem. Tanto é, que aos 86′, Gui não perdeu a oportunidade e carimbou o terceiro golo do Rio Ave FC.

Já nos segundos finais, na sequência de um livre, o Académico de Viseu ainda conseguiu marcar o seu segundo golo. Ainda assim, a vitória, que já vinha a ser merecida a algumas jornadas, ficou do lado do Rio Ave FC! O resultado de muito esforço, dedicação e profissionalismo.

11 INICIAL: Lucas Flores, Diogo Ribeiro, Kait, Morgado, Ruca, Lomboto, Fábio, Fodélcio, Luís Pinto, Tomás e Rui André.

Substituições: Rui André por Lemos (61′), Fábio por Diogo Silva (70′), Tomás por Pany, Fodélcio por Gui e Luís Pinto por Marko Brkic.

Suplentes: Vasco Baptista, Luís Silva, Afonso Gama e Figo