Recta final cruel impede vitória em casa

O Rio Ave FC esteve perto do regresso às vitórias no campeonato mas os últimos cinco minutos do desafio frente ao Estoril Praia foram cruéis e impediram a soma de mais três pontos.

Num jogo onde Luís Freire fez estrear Teixeira, além de voltar a utilizar os reforços Aziz, Tanlongo e Hélder Sá, os rioavistas controlaram grande parte da partida e chegaram à vantagem no início da segunda metade, através de um livre direto cobrado por Patrick William, que o guardião Marcelo teve dificuldades em segurar e Boateng completou na recarga para golo.

O Estoril, valha a verdade, também teve os seus momentos no jogo. Nos primeiros minutos testou Jhonatan por duas vezes e antes mesmo do descanso foi novamente o guarda-redes rioavista a evitar o golo estorilista num remate de Marqués.

Na segunda parte foi mais forte o Rio Ave FC que, aos 56 minutos, adiantou-se no marcador com o golo de Boateng.

O maior volume ofensivo dos vilacondenses poderia ter almejado melhor sorte num remate de Costinha, aos 73 minutos, que viu Mangala desviar subtilmente para canto.

Na reta final do jogo, uma desatenção da equipa rioavista permitiu a Guitane galgar metros pelo flanco direito e servir Heri que completou o serviço com finalização à saída de Jhonatan.

O golo foi balde de água fria difícil de digerir já que nos instantes seguintes o Estoril voltou a ameaçar o golo perante os pedidos incessantes de calma por Luís Freire.

Santos foi crucial em lance aos 89 minutos, evitando em cima da linha o segundo golo forasteiro.

A equipa conseguiu enfim reequilibrar-se e ainda viu a bola muito perto da baliza de Marcelo. Um corte de Tiago Araújo sobre Boateng quase acabou na baliza estorilista.

Divisão de pontos entre equipas que continuam separadas por um ponto na tabela classificativa.

No próximo sábado, o Rio Ave FC joga em casa do FC Porto a 20ª jornada do campeonato.

Jogo no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde
Árbitro: Bruno Vieira
Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Boateng (56) e Heri (85)
Acção disciplinar: cartão amarelo a Patrick William (20), Joca (46), Volnei (55), Mangala (84), Amine (90+1), Costinha (90+3) e Rodrigo Gomes (90+3)

Rio Ave FC 1
Jhonatan, Costinha, Josué, Santos, Patrick William, Fábio Ronaldo, Amine, João Graça, Joca, Boateng e Aziz
Substituições: Joca por Pantalon (70), Patrick William por João Teixeira (70), João Graça por Hélder Sá (77), Fábio Ronaldo por Tanlongo (78) e Aziz por Ruiz (82).
Suplentes não utilizados: Lucas Flores, Vitor Gomes, Vrousai e Zé Manuel.
Treinador: Luís Freire

Estoril Praia 1
Marcelo, Rodrigo Gomes, Volnei, Vital, Mangala, Tiago Araújo, Mateus Fernandes, Mor Ndiaye, Rafik Guitane, João Marques e Marqués
Substituições: Mateus Fernandes por Michel (65), João Marques por Heri (65), Marqués por João Carlos (74), Mor Ndiaye por Zanocelo (80) e Volnei por Wagner Pina (80).
Suplentes não utilizados: Daniel Figueira, Raúl Parra, Sy e Jovic.
Treinador: Vasco Seabra