Menu

Estádio do Rio Ave Futebol Clube
Rua Dom Sancho I
4480-876 Vila do Conde

Telefone Geral
252 640 590

Rio Ave Store Estádio
Morada:
Rua D.Sancho I – Estádio do Rio Ave Futebol Clube
Horário:
9h30 às 12h30 e das 15h às 19h (terça feira a sexta feira)
10h à 13h e das 15h às 18h30 (sábado)

E-mail:
[email protected]

Reação valeu um ponto em jogo dividido

Depois dos indicadores positivos que o Rio Ave FC deixou em campo na última jornada, o objetivo era apresentar-se na sua melhor forma possível no jogo frente ao Casa Pia AC. Pese, embora, a semana curta de trabalho. De referir também que o grupo apresentou-se em Lisboa sem poder contar com a ajuda de dois capitães, Guga e Vítor Gomes, que ficaram fora da convocatória por lesão.

A formação vilacondense demonstrou a sua vontade desde cedo, com Boateng, aos 5′, a tentar a sua sorte depois de receber o cruzamento de Hernâni. Cabeceou, mas viu a bola passar ao lado da baliza.

O Casa Pia AC percebeu o recado e pôs-se em sentido para fazer frente aos homens de Luís Freire. Aos 13′, na sequência de uma bola parada, conseguem mesmo chegar ao golo, pelos pés de Pablo Roberto.

Costinha tentou ser o autor da resposta do Rio Ave FC, mas Ricardo Batista estava atento. Daí em diante, outras tentativas se seguiram, mas sem haver concretização do desejo vilacondense. Aos 20′, Boateng quis finalizar, novamente de cabeça, uma bola recebida por Costinha, mas o guardião da casa conseguiu agarrar. Fábio Ronaldo, aos 25′, viu a sua oportunidade e fez um remate forte, mas a bola passou por cima das redes. Aos 31′, Joca rematou para a defesa do guardião da casa.

Aos 44′, o Godwin conseguiu bater Magrão, mas o marcador continuou inalterado, com o golo a ser anulado, já que a bola tinha saído das quatro linhas antes do passe para o avançado.

No segundo tempo, o Rio Ave FC quis marcar o ritmo do jogo e chegar ao empate o mais rápido possível.

Aos 52′, Joca cansou-se de esperar e de fora da área marcou um golaço, para ver e rever! O médio repôs alguma justiça no marcador e deu uma motivação extra à equipa para lutar pelos três pontos. No entanto, o adversário não se deixou ficar e foi tentando chegar novamente à vantagem. O Rio Ave FC soube manter a calma e controlar as aproximações à baliza de Magrão. Aos 87′, o jovem guardião vilacondense, de 23 anos, negou o golo a Jajá.

Já em cima do fim do tempo regulamentar, André Pereira viu Vasco Fernandes cortar-lhe o remate à baliza, o último lance de perigo na partida.

Terminado o jogo, foi tempo da equipa ir agradecer aos adeptos que rumaram até Lisboa para levar as cores do Rio Ave FC ao Estádio Municipal de Rio Maior.

De salientar que Ukra, que entrou em campo aos 82′ para render Joca, contabilizou assim o seu 200º jogo ao serviço do Rio Ave FC. Um número redondo, que assinala um dos marcos da carreira do atleta que vive intensamente a sua história no clube vilacondense.

Segue-se a paragem para as seleções antes do regresso, dia 16 de Setembro, às 15H30, frente ao FC Famalicão, no Estádio do Rio Ave FC.

Estádio Municipal de Rio Maior, em Santarém
Árbitro: David Rafael Silva
Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Pablo Roberto (13′) e Joca (52′)
Acção disciplinar: cartão amarelo a Clayton (75′), João Graça (77′)

Casa Pia AC 1
Ricardo Batista, Fernando Varela, Vasco Fernandes, Zolotic, Lelo, Larrazabal, Neto, Pablo Roberto, Godwin, Clayton e Soma.
Substituições: Neto por Beni Mukendi (70′), Soma por Fernando Andrade (75′), Larrazabal por André Geraldes (75′), Clayton por Felippe (82′), Godwin por Jajá (82′)
Suplentes não utilizados: Lucas Paes, João Nunes, Tiago Dias, Samuel Justo, Cardoso.
Treinador: Filipe Martins

Rio Ave FC 1
Magrão, Renato Pantalon, Santos, Josué, Costinha, Fábio Ronaldo, Joca, Amine, João Graça, Hernâni e Boateng.
Substituições: Hernâni por André Pereira (66′), Joca por Ukra (82′), João Graça por Bruno Ventura (82′), Fábio Ronaldo por Sávio (89′), Boateng por Zé Manuel (89′).
Suplentes não utilizados: Lucas Flores , Patrick William, Lomboto e Leonardo Ruiz.
Treinador: Luís Freire