Santos cabeceou para a justiça de novo empate

O Rio Ave FC rumou até Famalicão para jogar a 3ª jornada da Liga NOS.

A equipa vilacondense que passou por um período de alta intensidade, sendo este jogo, frente ao FC Famalicão, a sexta partida em 18 dias, apresentou em campo 7 jogadores que foram titulares frente ao AC Milan, na passada quinta-feira. Jogo que, recorde-se, teve uma duração de 120 minutos.

A equipa de Mário Silva viu-se com algumas dificuldades em impôr o seu jogo na partida, acabando por sofrer o primeiro golo aos 21′, pelos pés de Lameiras.

Ao intervalo, o timoneiro da caravela vilacondense fez três alterações, promovendo a entrada de Pedro Amaral, Carlos Mané e a estreia de Pelé. O médio guineense, que já vestiu a camisola do Rio Ave FC por 38 vezes, fez o seu último jogo de caravela ao peito a 13 de Maio de 2018.

A equipa verde e branca volta a entrar em campo com garra para mudar o rumo do jogo.

A entrar no minuto 60′, duas oportunidades seguidas, ora por Francisco Geraldes, ora por Gelson Dala. A primeira sai por cima, a segunda fica pelas mãos de Zoblin.

O capitão da defesa, Aderlan Santos, que já vinha a puxar pelo ânimo da equipa vilacondense, reanima o espírito da turma de Mário Silva, ao marcar o golo do empate. Na sequência de um canto marcado por Diego Lopes, Santos aparece e não hesita em marcar de cabeça.

Ganha um novo fôlego a formação de Vila do Conde e procura, constantemente e a um novo ritmo, chegar aos 3 pontos.

O Rio Ave FC ameaçou a baliza famalicense por diversas vezes, mas a sorte acabou por não estar do nosso lado.

Duas equipas que na época passada disputaram de forma renhida pelo 5º lugar, acabaram por sair de campo com o empate no marcador.

Os adeptos rioavistas, que nunca desiludem, voltaram a fazer notar o seu apoio, em mais uma jornada desportiva!

Aderlan Santos, considerado pela Sport TV o Homem do Jogo, pela sua inquestionável importância no eixo da defesa, mas também no ataque, já que foi o autor do golo que assegurou o empate e manteve, assim, a equipa vilacondense sem derrotas no currículo da Liga NOS nesta nova temporada.

Tempo de pausa no campeonato. A equipa do Rio Ave FC volta aos relvados no dia 18 de Outubro, em casa, frente ao SL Benfica.

Jogo no Estádio Municipal de Famalicão
Árbitro: Artur Soares Dias
Acção disciplinar: cartão amarelo a Jordão (74′) e Campana (56′)

Rio Ave FC 1
Kieszek, Ivo Pinto, Nélson Monte, Santos, Borevkovic, Jambor, Tarantini, Gabrielzinho, F. Geraldes, Gelson Dala e André Pereira.
Substituições: Pedro Amaral por Nélson Monte (ao intervalo), Carlos Mané por André Pereira (ao intervalo), Pelé por Tarantini (ao intervalo), Diego Lopes por Gabrielzinho (71′) e Ronan por Jambor (72′),
Suplentes não utilizados: Léo Vieira, Pedro Amaral, Carlos Mané, Diego Lopes, Filipe Augusto, Meshino, Pelé, Lucas Piazon e Ronan
Treinador: Mário Silva

FC Famalicão 1
Zlovin, Jordão, Babic, Riccieli, Verdonk, Lameiras, Gustavo Assunção, Edwin Herrera, Leonardo Campana, Fernando Valenzuela e Joaquin Pereyra
Substituições: Guga por Joaquin Pereyra (56′), Ruben Del Campo por Leonardo Campana (56′), Patrick William por Verdonk (75′), Gil Dias por Lameiras (83′) e Jhonata Robert por Fernando Valenzuela (83′)
Suplentes não utilizados: Luiz Junior, Gil Dias, Henrique, Ivan Jaime, Jhonata Robert, Andrija Lukovic e Patrick William
Treinador: João Pedro Sousa