Um trabalho de base que já dá frutos

Passa ao lado de grande parte da Comunicação Social, sempre mais atenta a outros fenómenos, mas não nos escapa o registo. Se é verdade que o Rio Ave FC está a fazer uma boa época na Liga NOS (5º lugar do campeonato, com 37 pontos, a 2 pontos do 4º) e tem actualmente uma incrível série de 8 jogos consecutivos sem perder, estando a apenas 1 de igualar o recorde da época 81/82, da equipa de Félix Mourinho, não é menos verdade que na Liga Revelação e campeonatos nacionais de formação a performance dos rioavistas tem sido notável.

Os Sub-23 do Rio Ave FC encontram-se já a disputar a Fase de Apuramento de Campeão. Depois de terem terminado na liderança da fase regular, os pupilos de Pedro Cunha lideram isolados com 35 pontos, mais 3 que o SL Benfica (2º) e 5 que o Sporting (3º). Época notável (mais uma), da equipa de jovens talentos do Rio Ave FC que, esta temporada, já viu alguns jogadores estrearem-se na equipa principal. Leandro, por exemplo, alinhou cerca de meia hora no jogo frente ao Belenenses, deste fim-de-semana, e já havia alinhado também na Taça de Portugal. Schutte, em Braga, é outro exemplo.

Se os títulos, ao nível formativo, não são uma prioridade absoluta, pois é foco essencial a formação de atletas e homens, não deixam de embelezar o caminho e de servir de motivação para a continuação de um projecto vencedor.

Equipas da Formação elevam a fasquia

No futebol de formação, depois de termos assinalado o feito inédito na história do Clube, com o apuramento, em simultâneo, de Juniores, Juvenis e Iniciados para as fases finais dos respectivos campeonatos nacionais, eis que as nossas equipas elevam ainda mais a fasquia com bons resultados.

Os nossos Sub-15 têm já garantido, a uma ronda do final, o 3º lugar da Zona Norte, apenas atrás de FC Porto e SC Braga, mantendo ainda uma pequena esperança de serem o melhor 3º e garantirem lugar no play-off final de apuramento do campeão nacional do escalão.

A equipa de Sub-17, também ela a uma jornada do final da 2ª Fase, ocupa a 6ª posição, com 15 pontos, e matematicamente é já impossível atingir o play-off final. Nada que belisque uma tremenda prestação dos nossos Juvenis antes de uma última deslocação a Braga.

As atenções viram-se agora, inevitavelmente, para o enorme trabalho da equipa de Sub-19 que lidera a Fase de Apuramento do campeão do escalão. A formação orientada por Luís Silva tem sido muito competente esta temporada e depois de ter terminado a fase regular em 4º lugar, entrou muito forte na fase final com 3 vitórias em outros tantos jogos.

Na primeira jornada, os Juniores vilacondenses bateram o Alverca, em casa, por 1-0, e deram assim o primeiro sinal de que seriam uma equipa a contar para as decisões. A vitória em casa do FC Porto, por 2-0, fortaleceu uma ideia que ganhou corpo e certezas após a vitória deste fim-de-semana: 3-1 em casa do Estoril.

Com 9 pontos e a liderança partilhada com o SL Benfica, o Rio Ave FC continua a surpreender e a colher frutos de um trabalho de base, com alguns anos, que se evidencia alicerçado e promissor. A próxima jornada tem um duro embate, precisamente contra o SL Benfica, e merece uma ida ao Complexo Desportivo do Rio Ave FC para, quanto mais não seja, aplaudir a época que esta equipa está a realizar e dar uma força extra para as 11 jornadas que restam na luta pelo título.