Sub-23: Sem sorte para reverter o resultado

O Rio Ave FC deslocou-se ao terreno do FC Vizela para disputar a penúltima jornada da 1ª fase da Liga Revelação.

Antes do arranque do jogo, e na sequência da notícia recebida esta manhã, do falecimento do Paquito, ex-jogador e treinador do nosso Clube, mas também sócio e amigo, foi cumprido um minuto de silêncio em homenagem a um homem que sempre honrou o símbolo da caravela. Os jogadores apresentaram-se em campo, também, com uma braçadeira negra.

Depois de uma vitória alcançada na passada terça-feira, frente ao Ac. Viseu, a formação vilacondense estava munida de uma onda de confiança, que ia usar ao máximo para fazer frente ao novo adversário. Do outro lado, o FC Vizela com provas dadas da sua qualidade, ocupando a primeira posição da tabela classificativa. Assim sendo, esperava-se um encontro difícil, mas com duas equipas a darem o seu melhor para saírem vitoriosas do embate.

O dia bastante chuvoso fez-se notar nas condições do relvado, mas o Rio Ave FC entrou em campo pronto para encarar as dificuldades. O FC Vizela entrou forte na partida e numa altura em que o grupo de Vila do Conde se estava a começar a conseguir equilibrar, surge o primeiro golo da equipa da casa, aos 11′, pelos pés de Abdul Awudu. O Rio Ave FC não baixou a cabeça e continuou à procura de construir em direção à baliza adversária, mas com alguma dificuldade na fase de finalização.

Aos 33′, o FC Vizela marcou o segundo na sequência de uma bola parada. Pedro Cunha, com o foco em dar a volta ao resultado, promoveu a entrada de Pany e Marko Brkic pouco depois.

Na segunda metade da partida, o Rio Ave FC entrou muito melhor e com os olhos postos nas redes vizelenses e aos 55′, Marko Brick concretizou o golo que reduziu a desvantagem! Desde aí, a equipa verde e branca fez de tudo para voltar a marcar e as poucas vezes que o FC Vizela chegou à área vilacondense, a linha defensiva e Lucas Flores deram conta do recado. Grande parte da segunda metade do jogo foi passada na área visitada, com o Rio Ave FC a pressionar alto e a criar sérias dificuldades à formação vizelense, que apesar de tudo foi conseguindo desviar as intenções rioavistas.

Pela segunda parte que o Rio Ave FC fez, o empate seria o resultado mínimo para que fosse reposta alguma justiça no marcador, mas a sorte não esteve do nosso lado e a bola acabou por não entrar.

Na última jornada, a equipa recebe o Gil Vicente, dia 19 de Dezembro, às 15H00.

11 INICIAL: Lucas Flores, Diogo Ribeiro, Kait, Morgado, Ruca, Lomboto, Tomás Fonseca, Fodelcio, Luís Pinto, Figo e Fábio.

Substituições: Morgado por Pany (36′), Tomás por Marko Brkic (36′), Fábio por Rui André (45′), Figo por Diogo Silva (85′) e Ruca por Gui (85′).

Suplentes: Vasco Batista, João Costa, Lemos e Braiminho.