Sub-23: Trabalho árduo deu vitória saborosa

O Rio Ave FC recebeu o CD Mafra e tinha como objetivo conquistar os 3 pontos. Se na última jornada a vitória fugiu a minutos do fim, desta vez a turma vilacondense pretendia garantir que os festejos eram verdes e brancos.

A equipa do Rio Ave FC arrancou bem na partida e Noah não desperdiçou a oportunidade aos 8′, que o deixou frente a frente com o guarda-redes. Estava inaugurado o marcador. Logo de seguida, Fábio podia ter feito o 2-0, mas viu a bola bater no poste.

O Rio Ave FC estava a ser mais consistente do que o adversário, mas o CD Mafra estava a tentar responder e igualar a partida. Conseguiram-no aos 19′. Já com o tempo de intervalo a aproximar-se, aos 41′, o CD Mafra conseguiu fazer o 1-2.

O Rio Ave FC manteve-se de cabeça erguida e, inconformado, conseguiu empatar novamente, aos 45′, pelos pés de Diogo Ribeiro, que marcou de livre.

Quando tudo fazia prever que a primeira parte ia terminar com um empate, Kait, aproveitou a defesa incompleta de Diogo Santos, e fez o terceiro golo do Rio Ave FC.

No segundo tempo, o objetivo era garantir a vitória, claro, mas isso não quer dizer que a turma de Pedro Cunha se tenha escondido ou dado os três pontos por adquiridos. Antes pelo contrário. O Rio Ave FC voltou a entrar focado, destemido e com muita ambição. Aos 62′, Diogo Ribeiro bateu um livre e colocou a bola na grande área. Kait cabeceou para o centro e Fodelcio, também de cabeça, fez o quarto golo.

Uma vitória saborosa para uma equipa que tem vindo a querer provar o seu valor através de trabalho árduo e dedicação.

Na próxima jornada, o Rio Ave FC joga em casa do Portimonense, dia 29 de Janeiro, às 15H00.

11 INICIAL: Vasco Baptista, Diogo Ribeiro, Kait, Morgado, Ruca, Pany, Tomás, Fodelcio, Noah, Figo e Fábio.

Substituições: Noah por Brkic (69′), Fábio por Rui André (79′), Tomás por Lemos (88′) e Figo por Gui (88′).

Suplentes: Tiago Coelho, João Costa, Gama, Diogo Silva e Luís Pinto.