Quem nunca começou mal o que viria a acabar bem?

A estreia na Liga Portugal Bwin 2022/2023 não correu como pretendiam os rioavistas, averbando o Rio Ave FC uma derrota pela margem mínima diante do FC Vizela.

Numa tarde que voltou a reunir a família verde e branca em torno dos seus jogadores (e que bela casa, mais de 3 mil pessoas no estádio), o Rio Ave FC entrou no jogo com clara intenção de marcar cedo e pautar o jogo, como de resto demonstra a superioridade evidenciada, sobretudo, na quantidade de tempo com bola.

Domínio que, porém, não conseguiu traduzir em golos, ainda que estivesse perto de o conseguir, num pontapé de canto, com o estreante Miguel Nóbrega (estreia pelo Rio Ave FC e na 1ª Liga) a cabecear muito perto do poste logo aos 10 minutos.

O Vizela apenas se estendeu no terreno quando aproveitou erros esporádicos dos rioavistas e assim criou perigo aos 12’ (remate cruzado de Kiko Bondoso) e aos 18’ (isolou-se Opeyemi mas Jhonatan antecipou-se com grande defesa).

Na segunda parte, Samu assustou Jhonatan com um remate ao travessão e aos 66 minutos foi mesmo certeira a formação forasteira. Jhonatan ainda trava com dificuldade um primeiro remate mas na recarga, Nuno Moreira encostou para o golo solitário do encontro.

Tentou Luís Freire mexer com o jogo introduzindo algumas unidades do banco mas apesar dos intentos foi quase sempre a defesa vizelense a sobrepor-se ao volume ofensivo do Rio Ave FC.

O treinador do Rio Ave FC ainda foi expulso pelo árbitro Gustavo Correia, por estar fora da zona técnica. O futebol é emoção e os treinadores vivem o jogo.

A estreia não correu de feição mas sendo este o primeiro jogo da temporada, vem a propósito perguntar: quem nunca começou mal o que viria a acabar bem?

Um aplauso de pé à presença massiva dos rioavistas no Estádio. Hoje não se conseguiu retribuir o apoio com os três pontos, mas é claramente com esta união que podemos ser felizes. Obrigado Vila do Conde! Obrigado rioavistas!

Na 2ª jornada, o Rio Ave FC visita o Sporting CP, no sábado, com o jogo a começar às 20h30.

Jogo no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde
Árbitro: Gustavo Correia
Ao intervalo: 0-0
Marcador: Nuno Moreira (66)
Acção disciplinar: cartão amarelo a André Pereira (27), Vitor Gomes (36), Anderson (44), Bruno Wilson (53), Pedro Amaral (61), Buntic (71), Fábio Ronaldo (75), Guga (90+3), Amine (90+3), Alvarado (90+3), João Ferreira (90+6). Cartão amarelo a Luís Freire (57 e 84) e Álvaro Pacheco (90+7). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, a Luís Freire (84).

Rio Ave FC 0
Jhonatan, Costinha, Miguel Nóbrega, Santos, Pedro Amaral, Paulo Vítor, Vitor Gomes, Guga, Joca, Aziz e André Pereira
Substituições: Vitor Gomes por Amine (46), Joca por Zé Manuel (63), André Pereira por Ruiz (70), Paulo Vitor por Fábio Ronaldo (70) e Costinha por João Ferreira (80).
Suplentes não utilizados: Magrão, Ukra, João Graça e Renato Pantalon.
Treinador: Luís Freire

FC Vizela 1
Buntic, Tomás, Anderson, Bruno Wilson, Kiki, Mendez, Raphael Guzzo, Samu, Kiko Bondoso, Zohi e Opeyemi
Substituições: Opeyemi por Nuno Moreira (45), Zohi por Alvarado (69), Kiko Bondoso por Francis Cann (78), Raphael Guzzo por Diego Rosa (90+4) e Mendez por Rashid (90+4).
Suplentes não utilizados: Manuel Baldé, Carlos Isaac, Aidara e Sarmiento.
Treinador: Álvaro Pacheco