Jogo Rio Ave FC vs FC P.Ferreira à porta fechada

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portugal, na sequência das recomendações da Direcção Geral de Saúde e Ministério da Saúde, determinaram que as próximas jornadas da Liga NOS e Liga Pro se realizem com jogos à porta fechada, evitando assim a aglomeração de um elevado número de pessoas pelos estádios do país, numa medida preventiva quanto à propagação do vírus Covid-19.

Neste sentido, o jogo entre Rio Ave FC e FC Paços de Ferreira, da 25º jornada do campeonato, disputar-se-á sem público nas bancadas do Estádio do Rio Ave FC, não havendo emissão de bilhética.

Existindo já cerca de quatro dezenas de casos confirmados em Portugal, e prevendo-se o aumento deste número, é dever de todos adoptarmos medidas que evitem a propagação do vírus e, nomeadamente, evitar grandes aglomerados, pelo que esta medida generalizada terá, certamente, acolhimento e compreensão de todos os adeptos.

Todas as competições de formação de futebol e futsal foram entretanto suspensas entre 14 e 28 de Março, enquanto os jogos de campeonatos nacionais de futsal sénior decorrerão também à porta fechada.

A situação continuará a ser monitorizada pelo grupo de emergência criado pela FPF, podendo este rever, a qualquer momento, as medidas agora implementadas.

Leia o comunicado do grupo de emergência, na íntegra, abaixo:

 

“O grupo de emergência criado pelo Presidente da FPF para monitorizar o impacto do Covid-19 nas nossas provas, constituído pelo próprio Presidente da FPF, Presidente da Liga Portugal, Presidente da Comissão delegada das Associações, Presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, Presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, Presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol e Presidente da Associação Nacional de Médicos de Futebol, decidiu esta terça-feira de manhã o seguinte:

– Suspender todas as provas nacionais dos escalões de formação de futebol e futsal entre 14 e 28 de março;

– Determinar que todos os jogos das competições nacionais seniores de futsal decorram à porta fechada;

– Determinar que os jogos das provas nacionais seniores não-profissionais de futebol não poderão ter mais de 5 mil pessoas nas bancadas, no cumprimento das recomendações da Direção-Geral de Saúde;

– Determinar que todos os jogos das competições de futebol profissional decorrerão à porta fechada.

O grupo de emergência continuará a monitorizar a situação, podendo rever – ampliando ou reduzindo – as medidas agora implementadas.”